terça-feira, 26 de abril de 2011

UMA FASCINANTE HISTÓRIA DO “NEGRO ESPIRITUAL”

“Amazing Grace” é definitivamente uma das mais belas canções já criadas no protestantismo evangélico. Têm sido traduzida e cantada nas mais variadas línguas no mundo inteiro e cantada de muitas maneiras: por crianças, adultos, em solos, quartetos ou corais, e por aí vai. O que talvez muitos não saibam é a história que está por trás da composição desta letra e melodia.

Veja neste vídeo a história da música “Amazing Grace” contada com muita espirituosidade e reverência de um genuíno admirador e representante do “negro espiritual”, Wintley Phipps.

segunda-feira, 25 de abril de 2011


“JÁ NÃO EXISTEM MAIS CRISTÃOS COMO ANTIGAMENTE”?



Ao ver como os cristãos desta geração vivem o cristianismo, os mais antigos costumam dizer: “Já não existem mais cristãos como antigamente”. O tom predominante dessa afirmação é que os cristãos de antigamente é que viviam o cristianismo da maneira correta; que os mais novos desviaram, decaíram do padrão verdadeiro e mais excelente de vida cristã. A perspectiva é desanimadora; a esperança com os cristãos desta geração já não existe. A solução, segundo dizem, seria a maneira antiga de viver a vida cristã. Mas será essa a conclusão definitiva sobre esta geração? Está tudo perdido a não ser que retornem ao estilo antigo?
O que dizer das novas exigências do mercado? Como lidar com o trânsito intenso de informações fluindo de todas para todas as direções? Com a internet? Com a política do nosso país? Com o crescimento da fome? Com a pressão da vida acadêmica? Com a nova liberdade sexual? Com a pedofilia, a pornografia, o homossexualismo, o erotismo e a propaganda sensual? Billy Graham afirmou que ler revistas e jornais nos leva a pensar que praticamente prestamos culto ao seio feminino. O ambiente em que esta geração nasceu e vive já não é nada parecido com os de outrora. Deve haver uma maneira de viver a vida cristã que corresponda com o mundo atual sem diluir a essência do cristianismo. Aqui neste ponto, a resposta que se deve aos que não vêem outra solução a não ser o retorno ao que é antigo é a mesma que o pastor Ed René Kivitz deu aos que dizem que já não se fazem mais pastores como antigamente, em seu livro Quebrando Paradigmas: “Compreendi que é certo que não se fazem mais pastores como antigamente, justamente pelo fato de que já não se fazem mais pastores para antigamente” (negrito meu).
É para tentarmos algumas alternativas viáveis de vida cristã que corresponda com a cultura atual que surgiu a idéia do tema COMO SER CRISTÃO NA PÓS-MODERNIDADE. Quais são os princípios inegociáveis, que não podem ser deixados à troco do hedonismo, do secularismo, do pragmatismo e do consumismo? Quais são os elementos saudáveis próprios do ensinamento bíblico para os cristãos de todas as gerações, e como eles podem ser contextualizados? E, quais são os novos fatores que devem ser integrados na discussão e no modus vivendi dos cristãos desta geração, sobretudo dos jovens? O nosso alvo é oferecer alternativas cristãs às questões da nossa geração (política, meio-ambiente, comunicação, mídia, tecnologia, etc) sem que firam ao que é imprescindível à Igreja do nosso Senhor Jesus. O certo é que não podemos viver alheio à questões como estas e não sermos culpados por negligência. A vida cristã não está encerrada nas quatro paredes dos templos, nas celebrações dominicais, na função dos líderes, na oração e leitura da bíblia, nos ministérios eclesiásticos e nos retiros “espirituais”. O sacrifício que agrada a Deus é a totalidade da vida consagrada para a honra e a glória de Deus e felicidade dos homens.
O objeto mais específico deste tema é uma avaliação dos novos compromissos em pauta na agenda cristã e a proposição de alternativas para uma integração saudável dos cristãos do século XXI com a cultura do século XXI, de modo que a vida cristã continue no propósito imutável de ser para a glória de Deus.
E o que o meu voto, o que faço na internet, a música que ouço, o esporte que pratico, a maneira como exerço minha profissão ou o lixo que jogo na rua tem a ver com a glória de Deus? Esperamos que as alternativas aqui propostas possam contribuir para responder à esta indagação.
A partir da semana que vem (02/05). Comunique aos seus amigos.

terça-feira, 12 de abril de 2011

LIFE HOUSE

O ministério Life House tem abençoado milhares de vidas com sua atuação. Dentre elas, EVERTHING têm conquistado de fato proeminência. Esta apresentação conta a história de uma personagem que, tendo experimentado a doce companhia de Jesus, começa a enfrentar a sedução de várias tentações e, consequentemente, o prejuízo e o desprezo de cada uma delas. O ápice da apresentação se dá quando em sua tentativa perseverante de voltar para Jesus, primeiro, ela encara a obstinação de cada pecado para não permitir que ela volte; e, segundo, o poder e a capacidade que Jesus tem de livrá-la de cada um e de todos eles. Confira a seguir o clipe oficial deste consagrado ministério.

video


segunda-feira, 11 de abril de 2011

U2 E ECLASIASTES

Dentre as muitas músicas famosas da banda de rock U2 está a Miss Sarajevo ("saraievo"). O pano de fundo histórico desta música é um concurso de beleza que aconteceu em plena guerra, uma das mais sangrentas do século XX depois da II guerra mundial, e que durou toda a primeira metade da década de 1990 (1991-1996). Sem saída e com a derrota já certa, Saraievo transmitiu mundialmente o concurso Miss Saraievo. Era uma estratégia: várias moças desfilaram segurando um cartaz que dizia "Por favor! Não deixem que nos matem". O ano era 1995; e estavam sitiados a três anos.
A banda U2 compôs a música e saiu mundo afora ecoando o pedido de socorro dos bósnios. A música fala sobre o tempo adequado para cada coisa, que naquela época só poderia querer significar que era tempo de se fazer alguma coisa pelo bem daquela parte da humanidade.
É impossível não reparar o quanto a letra se assemelha ao texto bíblico de Eclesiastes: "Tudo tem uma ocasião certa, e há um tempo certo para todo propósito debaixo do céu. Tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de se arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de pratear e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de deixar de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de jogar fora; tempo de rasgar e tempo de costurar; tempo de ficar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz" (Ec 3.1-8 - ALMEIDA SÉCULO 21).
Veja abaixo um vídeo da apresentação ao vivo do U2 juntamente com Pavarotti legendado e perceba a semelhança.
(Para visualisar melhor a legenda passe o mouse sobre a parte superior do vídeo e clique sobre o título para assistir em tela cheia direto do You Tube)







Bono Vox e Luciano Pavarotti chegando em Saraievo 

sexta-feira, 8 de abril de 2011

"Há Um Lugar", música de Heloísa Rosa

Muitas vezes, durante os momentos em que enfrentamos dificuldades, envidamos esforços muito intensos contra qualquer tipo de obstáculo que se oponha à nossa felicidade. Após a luta nos vemos fracos, desanimados, cansados. Logo procuramos, desesperados, um lugar de descanso para nossas almas cansadas. Nesta música, Heloísa Rosa acerta o alvo em declarar qual é exatamente este lugar. Parabéns mais uma vez à Heloísa Rosa.
Aproveite para refletir sobre a necessidade constante que temos de descansar no Senhor.
Se quiser conhecer mais o trabalho da Heloísa Rosa visite o site http://www.heloisarosa.com.br/.


video